Período de recenseamento para os residentes não-luxemburgueses termina a 15 de abril
Radio Latina 16.01.2024
Europeias 2024

Período de recenseamento para os residentes não-luxemburgueses termina a 15 de abril

Europeias 2024

Período de recenseamento para os residentes não-luxemburgueses termina a 15 de abril

Radio Latina 16.01.2024
Europeias 2024

Período de recenseamento para os residentes não-luxemburgueses termina a 15 de abril

No Luxemburgo, apenas 13,2% dos potenciais eleitores estão inscritos para votar nas eleições europeias, o que representa cerca de 27 mil pessoas.

2024 é ano de eleições. Para os portugueses do Luxemburgo há três, já que também podem votar nas legislativas antecipadas de dia 10 de março. Dois dias depois (12 março) há eleições sociais e no dia 9 de junho eleições europeias.

Os portugueses do Luxemburgo podem escolher eleger os eurodeputados portugueses ou os luxemburgueses. Neste último caso é necessário que se inscrevam nos cadernos eleitorais da comuna de residência. O Governo acaba de lançar uma campanha de sensibilização, denominada “Eu posso votar”, para incentivar os residentes não-luxemburgueses a fazer o recenseamento. Atualmente, apenas 13,2% dos potenciais eleitores estão inscritos, o que representa cerca de 27 mil pessoas. Se já se inscreveu não precisa de voltar a fazê-lo.


Portugueses do Luxemburgo chamados três vezes às urnas em 2024
Os portugueses residentes no Grão-Ducado vão poder participar em três eleições este ano. Em março há eleições legislativas antecipadas em Portugal e também há as eleições sociais. Já em junho, há eleições europeias.

Através de vídeos, outdoors e de testemunhos publicados nas redes sociais, o Governo pretende informar e sensibilizar a população para a importância de participar nas eleições europeias e assim escolher os seis eurodeputados que representam o país no Parlamento Europeu.

O recenseamento pode ser feito até ao dia 15 de abril presencialmente na comuna de residência ou no portal MyGuichet.lu. Podem votar nas eleições europeias, todos os adultos a residir no Luxemburgo que tenham uma das nacionalidades de um dos 26 Estados-membros da União Europeia.

Artigo: Susy Martins / Foto: Dpa


Notícias relacionadas

OGBL e LCGB são as duas maiores centrais sindicais do país.