UNICEF. Há 30 mil crianças pobres no Luxemburgo
Radio Latina 9 min. 01.12.2023
Atualidade em síntese 01 DEZ 2023

UNICEF. Há 30 mil crianças pobres no Luxemburgo

17.4% da população do Grão-Ducado está em risco de pobreza e a taxa de trabalhadores pobres eleva-se a 12.9%. Os dados são de 2022 e foram divulgados em outubro pelo Instituto Nacional de Estatística (Statec).
Atualidade em síntese 01 DEZ 2023

UNICEF. Há 30 mil crianças pobres no Luxemburgo

17.4% da população do Grão-Ducado está em risco de pobreza e a taxa de trabalhadores pobres eleva-se a 12.9%. Os dados são de 2022 e foram divulgados em outubro pelo Instituto Nacional de Estatística (Statec).
Foto: dpa
Radio Latina 9 min. 01.12.2023
Atualidade em síntese 01 DEZ 2023

UNICEF. Há 30 mil crianças pobres no Luxemburgo

O risco de pobreza e de exclusão social afeta cerca de 30.000 crianças no Luxemburgo. Por outras palavras, uma em cada quatro crianças a viver no Grão-Ducado é pobre.

Os dados são avançados esta sexta-feira pela UNICEF Luxemburgo, que se baseia no relatório Innocenti. Este relatório estudou a pobreza infantil em 39 países ricos, onde o Grão-Ducado surge em trigésimo quinto lugar. Segundo a UNICEF, a pobreza é multidimensional e afeta o bem-estar e o desenvolvimento das crianças. Para além disso tem um impacto sobre o futuro destas crianças.

Este estudo também analisa as políticas governamentais de apoio às famílias com crianças a cargo, como também apresenta propostas que possam contribuir a reduzir a pobreza infantil. As conclusões do relatório serão apresentadas pela UNICEF Luxemburgo na próxima quarta-feira, dia 6 de dezembro.


Ampacet. “Vamos continuar a greve até ganharmos”, garante OGBL

Trabalhadores da Ampacet irredutíveis. A greve, que começou na segunda-feira, face ao bloqueio das negociações sobre o contrato coletivo de trabalho, vai continuar.

Em declarações à Rádio Latina, esta sexta-feira, Nora Back, presidente da central sindical OGBL, garantiu que o protesto só acabará quando os trabalhadores ganharem. A líder sindical destacou também a grande onda de solidariedade para com os empregados da empresa, que vai desde o setor, aos partidos da oposição e passando mesmo pelo novo ministro do Trabalho, Georges Mischo. Oiça 👉 essas declarações

Apesar do apoio, a situação continua “tensa”, segundo Nora Back. A presidente da OGBL diz não ter notícias por parte da direção da Ampacet. A Rádio Latina tentou esta manhã contactar a fábrica de Dudelange, mas ainda não obtivemos resposta. 


Liberty Steel. 160 trabalhadores com salários e emprego em risco

A angústia reina entre os 160 trabalhadores da Liberty Steel, de Dudelange, que há um ano e meio vivem com receio de não receber o salário ao final do mês. Agora, não sabem durante quanto tempo mais têm emprego.

Numa reunião recente, a própria direção da empresa admitiu aos sindicatos da LCGB e OGBL e aos trabalhadores as grandes dificuldades que a Liberty Steel de Dudelange atravessa. “A situação está cada vez mais difícil na empresa, é catastrófica, e aproximámo-nos cada vez mais do risco de abrir falência”, disse ao Contacto Robert Fornieri, secretário-geral adjunto da LCGB. 


IVG. Período obrigatório de reflexão vai ser abolido 

O período obrigatório de reflexão antes de uma Interrupção Voluntária da Gravidez (IGV) vai ser abolido, segundo o programa governamental do novo Executivo. Para a associação Planeamento Familiar, este é um passo muito importante, mas há ainda muito por fazer.

Em causa está o período de três dias entre a primeira a consulta legal e o procedimento da IVG. Escutada pela Rádio Latina, Ainhoa Achutegui, presidente do organismo, saudou a medida, esperando que ela se concretize.

Apesar de o acordo negociado por CSV e DP conter apenas uma frase sobre a IVG, Ainhoa Achutegui tem esperança que seja dada continuidade ao grupo de trabalho que foi criado para avaliar a lei atualmente em vigor, com vista a uma reforma. Oiça 👉 essas declarações


Casos de infeções respiratórias aumentam drasticamente no Luxemburgo

O número de pessoas testadas positivas ao vírus respiratório sincicial (RSV), que provoca infeções respiratórias, aumentou consideravelmente na semana passada no Luxemburgo. O Ministério da Saúde revela esta sexta-feira que o aumento foi de 82%, passando de 55 para 100 casos declarados nos laboratórios do país, numa semana.

Também os casos de covid-19 aumentaram, mas de forma mais ligeira. Os casos de infeções ligadas à covid-19 subiram 23% na semana passada. Segundo os números divulgados pelo Ministério da Saúde, na retrospetiva semanal, houve um aumento de 259 para 319 casos, entre 20 e 26 de novembro. A taxa de positividade mantém-se estável, nos 22%. Segundo as autoridades, a concentração viral detetada nas águas residuais está a aumentar ligeiramente, o que pode antecipar um aumento de casos nas próximas semanas.

Nessa mesma semana, os casos de gripe também aumentaram consideravelmente, passando de 24 para 43 casos, ou seja um aumento de 79%.


Neve no passeio pode dar até 250 euros de multa

O Luxemburgo esteve até às 6h00 desta sexta-feira sob alerta amarelo devido à previsão de queda de neve. Os moradores de muitas localidades do país acordaram hoje sob um manto, por vezes espesso, de neve. Convém recordar o que estipula a lei luxemburguesa, em caso de queda de neve abundante.

Os moradores têm a obrigação de manter limpo o passeio em frente da sua casa. Para além de retirar a neve é preciso espalhar sal, para impedir que alguém caia. No caso de um prédio, com vários moradores, a lei diz que a responsabilidade é de cada um, a não ser que um deles ou um serviço externo tenha sido designado para realizar esta tarefa. Quando não existe passeio, os moradores têm de limpar uma área de um metro de largura em frente à casa. Aos moradores com mais de 65 anos, os serviços de higiene de muitas comunas prestam apoio para a limpeza e desobstrução dos passeios.

Durante o período de gelo e neve é absolutamente proibido derramar água nos passeios, bermas da estrada ou qualquer outra parte da via pública. Os proprietários das casas e apartamentos são ainda obrigados a manter em bom estado os telhados dos imóveis para prevenir a queda de placas de gelo ou de estalactites na via pública. Em caso de desrespeito destas regras, as multas podem ir de 25 a 250 euros, segundo o código penal.


Detido homem que entregou pacote suspeito na Gare da capital

Continha granadas de treino e outro equipamento militar o pacote suspeito entregue ontem por homem nos balcões dos CFL na gare do Luxemburgo. Situação que levou à evacuação da estação, por volta das 19h. 

O homem, de 40 anos, foi detido ontem pela polícia e ouvido entretanto por um juiz de instrução, de acordo com um comunicado divulgado hoje pelo Ministério Público.  


Gasóleo vai ficar mais barato

O gasóleo vai baixar de preço a partir da meia-noite.

A descida será de 3,8 cêntimos e passará a ser vendido nas estações de serviço a 1,504 euros por litro.


Confirmada oficialmente vitória da extrema-direita nas eleições nos Países Baixos

A vitória eleitoral da extrema-direita foi hoje oficialmente confirmada nos Países Baixos, numa altura em que o seu líder, Geert Wilders, luta para formar uma coligação governamental com outros partidos que se opõem às suas opiniões islamofóbicas.

A comissão eleitoral holandesa confirmou que o partido de Geert Wilders, o Partido da Liberdade (PVV, na sigla em neerlandês), obteve 37 dos 150 lugares na câmara baixa, uma vitória da extrema-direita que provocou ondas de choque em todo o país e além das suas fronteiras.

As atenções estão agora viradas para a possibilidade de Wilders conseguir formar um governo de coligação e tornar-se o primeiro chefe de governo de extrema-direita do país.

Wilders atenuou a sua retórica inflamada islamofóbica e anti-imigração durante a campanha, mas o seu manifesto apela à proibição das mesquitas e do Corão, bem como a um referendo sobre a saída da União Europeia.


Seis palestinianos mortos em Rafah após fim de trégua, diz Hamas

Seis palestinianos foram mortos esta manhã num ataque aéreo israelita a Rafah, no sul da Faixa de Gaza, declarou o Ministério da Saúde do movimento islamita Hamas, após o fim da trégua de uma semana.

Além disso, duas crianças foram mortas em ataques aéreos na cidade de Gaza, disse à agência de notícias France-Presse (AFP) Fadel Naïm, médico do hospital Ahli Arab.

Esta manhã, ouviram-se fortes e contínuas explosões na Faixa de Gaza, com fumo negro a espalhar-se pelo território. Os militares israelitas anunciaram a retoma dos combates meia hora após a trégua entre os dois lados do conflito ter expirado.


Guterres " lamenta profundamente" reinício dos combates em Gaza

O secretário-geral da ONU, António Guterres, "lamenta profundamente" o recomeço das operações militares em Gaza após vários dias de tréguas, numa mensagem publicada hoje na rede social X (antigo Twitter).

Os militares israelitas anunciaram o reinício dos combates meia hora após a trégua entre os dois lados do conflito ter expirado.

O exército israelita acusou o Hamas de ter quebrado o cessar-fogo e anunciou a retoma dos combates.

Em consequência do reinício dos combates, seis palestinianos foram mortos esta manhã num ataque aéreo israelita a Rafah, no sul da Faixa de Gaza, declarou o Ministério da Saúde do movimento islamita Hamas.

Além disso, duas crianças foram mortas em ataques aéreos na cidade de Gaza, disse à agência de notícias France-Presse (AFP) Fadel Naïm, médico do hospital Ahli Arab.

A interrupção dos combates tinha começado há uma semana, a 24 de novembro, inicialmente durante quatro dias, até ter sido prolongada com a ajuda do Qatar e do Egito, países mediadores.

Durante a trégua, o Hamas e outros militantes de Gaza libertaram mais de 100 reféns, a maioria israelitas, em troca de 240 palestinianos detidos em prisões de Israel.


Blinken pede oitavo dia de trégua e "mais ainda"

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, pediu ontem o prolongamento da trégua entre Israel e o movimento islamita palestiniano Hamas na Faixa de Gaza por "um oitavo dia e mais ainda".

Nas suas declarações, Blinken também pediu a Israel que crie zonas seguras para civis no sul e centro da Faixa Gaza, caso Telavive e o Hamas não cheguem a um acordo, que está a ser mediado pelo Qatar, Egito e Estados Unidos, e retomem os confrontos.

O Exército israelita adiantou ontem que mais seis reféns foram libertados pelo movimento islamita palestiniano Hamas e entregues ao Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) na Faixa de Gaza. As forças israelitas tinham divulgado já esta tarde a libertação de dois reféns israelitas pelo Hamas.


Sporting empata em Bérgamo e terá de disputar play-off da Liga Europa

O Sporting empatou ontem 1-1 na visita à Atalanta e ficou sem possibilidades de alcançar o primeiro lugar do Grupo D da Liga Europa de futebol, tendo assegurado, contudo, o segundo posto, após o encontro da quinta jornada.

Os ‘leões’ têm oito pontos, menos três do que os transalpinos, mas têm desvantagem no confronto direto, pelo que já sabem que vão ficar na segunda posição e terão de disputar o play-off de acesso aos oitavos de final, diante de um adversário que vai ser relegado da Liga dos Campeões.

Textos: Redação Latina | Lusa | Foto: 


Notícias relacionadas

O Governo, liderado por Luc Frieden, e secundado por Xavier Bettel, visa o aumento do poder de compra.