EDP com dois projetos de energia solar no Luxemburgo
Radio Latina 11 min. 10.07.2024
Atualidade em síntese 10 JUL 2024

EDP com dois projetos de energia solar no Luxemburgo

Atualidade em síntese 10 JUL 2024

EDP com dois projetos de energia solar no Luxemburgo

Foto: Guy Jallay
Radio Latina 11 min. 10.07.2024
Atualidade em síntese 10 JUL 2024

EDP com dois projetos de energia solar no Luxemburgo

O grupo português EDP foi escolhido pela fabricante de pneus Goodyear para instalar dois projetos de energia solar na sua fábrica de Colmar-Berg. O projeto inclui a instalação de cinco megawatts-pico (MWp) no telhado da fábrica e 2 MWp num sistema de carport (cobertura para veículos).

 A Goodyear diz que estes projetos deverão gerar 6.500 megawatts-hora (MWh) de eletricidade renovável por ano, que serão consumidas nas instalações da Goodyear em Colmar-Berg, Bissen e Dudelange. Prevê-se que esta instalação de painéis (a ser feita pela empresa Enerdeal, do grupo EDP), reduza as emissões de CO2 em cerca de três mil toneladas por ano.

Para reduzir a sua pegada de carbono, a Goodyear anunciou em 2021 que tem como objetivo global passar a ter operações e processos de fabrico alimentadas 100% com energia renovável até 2040.

A Goodyear tem atualmente painéis solares em dez locais em todo o mundo. Esta nova instalação será a quinta na região Europa, Médio Oriente e África e a décima primeira a nível mundial.


570 falências nos primeiros seis meses deste ano

Nos seis primeiros meses deste ano, 1.759 pessoas perderam o emprego devido a falências no Luxemburgo. Trata-se de um aumento de 31% em comparação com o mesmo período do ano passado. É preciso recuar a 2013 para encontrar níveis idênticos. Por consequência, o número de falências também aumentou, mais precisamente 6% num ano. 

Se em 2023 houve 537 falências decretadas no primeiro semestre, este ano o número já vai em 570. As holding e empresas de investimento foram as que mais falências registaram nos seis primeiros meses deste ano, mais precisamente 155.

No setor da construção lamenta-se 102 falências neste primeiro semestre, menos 2% em comparação com o ano anterior. No entanto, houve mais perdas de postos de trabalho. O Instituto Nacional de Estatística (Statec) estima que se perderam 830 empregos neste setor, mais 62% em comparação com o primeiro semestre do ano passado.


Crise. Mais de 40 empresas da construção beneficiaram do desemprego parcial 

 Das 52 empresas do setor da construção pertencentes aos setores considerados em crise, 45 pediram para aceder ao desemprego parcial conjuntural entre fevereiro e maio. Trata-se da medida criada pelo Governo para fazer face à situação difícil que o setor tem vivido. Na prática, a medida permitiu às empresas aceder mais facilmente ao desemprego parcial.

Segundo dados revelados pelo ministro do Trabalho, Georges Mischo, março foi o mês em que mais trabalhadores estiveram abrangidos pelo desemprego parcial: foram 149.

Note-se que esta medida é temporária, terminando este mês. Na resposta a uma questão parlamentar do deputado socialista Georges Engel, o ministro reafirma que a medida não será prolongada.


Cinco bancos injetam 250 milhões para apoiar a habitação no Luxemburgo

Em resposta à crise da habitação, cinco bancos luxemburgueses criaram um mecanismo de apoio ao setor imobiliário residencial com vista a aumentar a oferta de casas prontas a habitar.

As cinco instituições acionistas da sociedade anónima Prolog S.A. - Spuerkeess, Banque Internationale à Luxembourg (BIL), Banque Raiffeisen, Société Nationale de Crédit et d’Investissement (SNCI) e o Banque de Luxembourg - comprometeram-se a contribuir com um total de 250 milhões de euros. “Se o mecanismo for plenamente utilizado, permitirá colocar no mercado entre 800 a 1.300 habitações”, lê-se no comunicado da ABBL - Associação dos Bancos do Luxemburgo.

Este mecanismo, anunciado numa conferência de imprensa no dia 22 de maio de 2024, na presença do ministro das Finanças Gilles Roth, já está operacional.


POST põe fim ao serviço de mensagens multimédia a partir de setembro

Fim das mensagens multimédia (MMS). A partir de 29 de setembro, os clientes da POST vão deixar de poder mandar e receber mensagens multimédia. A empresa já começou a enviar cartas com essa informação aos clientes.

Concretamente, a partir do mês de setembro, os clientes da POST vão deixar de poder enviar e receber MMS, ou seja, deixa de ser possível enviar ou receber fotos ou vídeos por SMS.

A empresa de telecomunicações frisa que a decisão foi tomada, uma vez que o número de MMS enviados, nos últimos anos, tem diminuído drasticamente. De facto, os serviços como Whatsapp, Viber ou ainda Messenger são cada vez mais utilizados, uma vez que são gratuitos e não se estão limitados no tamanho da foto ou vídeo enviados.


Procuram-se pessoas para participar nas vindimas no Luxemburgo

O Instituto Vitivinícola e a Agência para o Desenvolvimento do Emprego (ADEM) voltam a procurar, este ano, trabalhadores sazonais para a vindima, na região da Mosela.

Tal como no ano passado, a ADEM trata do processo de recrutamento, enquanto o instituto se ocupa de recrutar os candidatos. Para isso vai ter lugar em 18 de julho, o Jobday, ou seja, uma jornada de emprego que vai ter lugar nas instalações do Instituto Vitivinícola, em Remich.

A ADEM irá selecionar alguns candidatos inscritos nos centros de emprego, mas qualquer pessoa interessada, mesmo não estando inscrita, pode participar nessa jornada com o intuito de trabalhar nas vindimas.

O Jobday terá lugar no número 8 da rua Nic Kieffer, em Remich, entre as 13:00 e as 18:00. Será no dia 18 deste mês. 


Violência doméstica. O que acontece após uma queixa 

Contactar imediatamente a polícia ou dirigir-se a uma esquadra. É a recomendação das autoridades para as vítimas de violência doméstica.

Numa nota disponível no seu site, a polícia esclarece o que acontece após uma queixa. Começa por informar que “se a vítima for uma mulher, a polícia tenta, na medida do possível, que seja acompanhada por agentes mulheres”. Se houver indícios de violência, a polícia pode proceder à expulsão do agressor do domicílio, mediante autorização do Procurador do Estado.

Durante todo o período em que está afastado do domicílio, o agressor fica proibido de entrar em casa, sendo-lhe retiradas as chaves. Se violar lei, arrisca-se a sanções penais. Nesta fase, cabe ao Ministério Público tomar uma decisão quanto ao seguimento a dar ao caso, que pode passar por levá-lo ao tribunal penal, abrir uma investigação ou arquivar o processo.


Grão-Duque Herdeiro toma posse como tenente-representante a 8 de outubro

É oficial. O Grão-Duque Herdeiro, Guillaume, vai ser nomeado e tomar posse como tenente-representante (representante dos interesses e aspirações do país em assuntos de importância nacional e internacional) no dia 8 de outubro. A revelação foi feita esta terça-feira, pelo Ministério de Estado.

A assinatura do decreto de nomeação pelo Grão-Duque Henri será feita na tarde do dia 8 de outubro, no Palácio Grão-Ducal. Segue-se a tomada de posse do Grão-Duque Herdeiro na Câmara dos Deputados, tal como previsto na Constituição. Este é o procedimento que antecede a sucessão ao trono. Até que Guillaume possa vir a tornar-se Grão-Duque do Luxemburgo, poderão passar ainda três anos.

O início do processo de transição acontece depois do inesperado anúncio de abdicação do Grão-Duque Henri, durante o seu discurso oficial no Dia Nacional, 23 de junho.


Helicóptero de emergência resgata caminhante ferido em Parc Hosingen

Um homem foi resgatado, ao início da tarde de ontem, num trilho na localidade de Hoscheid, na comuna de Parc Hosingen, depois de ter caído durante uma caminhada.

Numa publicação na rede social Facebook, a Corporação Grã-Ducal de Incêndio e Socorro revela que as equipas de emergência foram chamadas por volta das 13h para prestar socorro a um indivíduo com ferimentos numa perna.

Considerando que o local era de difícil acesso, foi mobilizado um helicóptero do Luxembourg Air Recue, acompanhado por vários meios. O homem foi resgatado por via aérea através de um guindaste, tendo sido depois levado para o hospital.


Que tempo vamos ter este verão? Eis o que dizem os meteorologistas 

Tem sido um verão de pouco sol. Mas o que nos reservam os próximos meses? Luca Mathias, do Instituto Luxemburguês de Meteorologia, disse à Rádio Latina que os modelos a longo prazo, analisados em maio, apontam para um verão quente. Porém, segundo o instituto, as temperaturas em junho ficaram “ligeiramente abaixo” do previsto. 

Segundo o meteorologista, a Europa está a assistir a uma “situação atmosférica geral instável”. Porém, espera-se um verão quente. Depois dos 30 graus que se sentiram ontem no país, nos próximos dias as temperaturas serão mais amenas, ficando acima dos 20 graus. Oiça aqui essas declarações. 


Gasolina 98 vai baixar de preço

A gasolina 98 octanas vai ficar mais barata a partir da meia-noite.

A 98 sem chumbo vai diminuir 1,7 cêntimos e vai passar a ser vendida a 1,699 euros por litro.


Carla Bruni acusada em processo que envolve Nicolas Sarkozy

A cantora Carla Bruni, mulher do ex-Presidente francês Nicolas Sarkozy, foi ontem acusada no âmbito do caso de financiamento ilegal da campanha de 2012, que envolve o marido, e sujeita a medidas de coação.

Na sequência do interrogatório a que foi sujeita, a modelo e cantora foi acusada de "dissimulação de suborno de testemunha" e de "participação numa organização criminosa com vista a cometer o crime de fraude num processo de crime organizado".

Carla Bruni, com a sua ação, terá induzido em erro os magistrados encarregados de se pronunciarem sobre o inquérito judicial relativo às suspeitas de financiamento líbio da campanha eleitoral de Sarkozy.


Vaticano prepara documento sobre mulheres na liderança da Igreja Católica

O Vaticano anunciou que vai preparar um documento sobre as mulheres em papéis de liderança na Igreja Católica, uma iniciativa para responder a antigas reivindicações femininas.

As mulheres católicas fazem uma grande parte do trabalho da Igreja nas escolas e nos hospitais e tendem a assumir a liderança na transmissão da fé às gerações futuras. No entanto, há muito que se queixam de um estatuto de segunda classe numa instituição que reserva o sacerdócio aos homens.

Francisco já reafirmou a proibição de mulheres serem ordenadas, mas nomeou várias mulheres para cargos de alto nível no Vaticano e encorajou o debate sobre outras formas de fazer ouvir as vozes femininas.


Transferência de jatos F-16 para Ucrânia já começou

Os países da NATO iniciaram a transferência de aviões de combate F-16 para a Ucrânia, a fim de fortalecer a defesa deste país contra a Rússia, anunciou hoje o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken.

Num comunicado, a Casa Branca afirmou também que a Bélgica e a Noruega se comprometeram a fornecer aeronaves adicionais como parte de uma coligação de países que fornecem estes aviões à Ucrânia.

Kiev espera que os jatos de combate fabricados nos Estados Unidos ajudem a proteger melhor os seus soldados e as suas cidades dos bombardeamentos russos diários.


Euro2024. Espanha bate França e está na final pela quinta vez

A Espanha qualificou-se ontem pela quinta vez para a final do Campeonato da Europa de futebol, ao vencer a França por 2-1, no primeiro encontro das meias-finais do Euro2024, disputado no Allianz Arena, em Munique.

Na final, marcada para domingo, pelas 21:00, no Estádio Olímpico de Berlim, a Espanha defronta o vencedor da segunda meia-final, que se realiza hoje, entre os Países Baixos e a Inglaterra.


Qualificação/Champions. Differdange joga hoje nas Ilhas Faroé

O campeão nacional, Differdange, joga esta noite a primeira mão da primeira fase de qualificação da Champions, nas Ilhas Faroé. O embate será às 20h, contra o campeão local, KÍ Klaksvík.

Nesta fase, entram em competição os campeões dos 28 países europeus menos cotados, incluindo 14 equipas cabeças de série e 14 equipas não cabeças de série.

Os clubes mais conhecidos desta ronda são o campeão búlgaro Ludogorets e o campeão romeno Steaua Bucareste. Já o Differdange, treinado pelo técnico português Pedro Resende, sagrou-se, este ano, campeão do Luxemburgo pela primeira vez, desde a sua formação em 2003.

A segunda mão será no dia 17 de julho, às 19h, em Differdange.


João Almeida entra no 'top 5' da Volta à França

O ciclista dinamarquês Jonas Vingegaard (Visma-Lease a Bike) venceu hoje a 11.ª etapa da Volta a França, batendo ao sprint o camisola amarela Tadej Pogacar (UAE Emirates), com o português João Almeida a entrar no 'top 5' da geral.

Pogacar manteve a amarela, aumentando a diferença para Evenepoel, segundo a 01.06 minutos, com Vingegaard a ser terceiro, a 01.14, e Almeida (UAE Emirates), que foi sexto na tirada, a subir a quinto, a 04.20 do seu companheiro de equipa.